Fábrica Digital: aplicando a tecnologia na retomada da indústria

O uso de soluções tecnológicas impacta diretamente no aumento da produção pós pandemia.

Por: Aloisio Arbegaus 16/10/2020  

A retomada gradual das atividades em todo o mundo, após restrições trazidas pela pandemia, é responsável pelo aumento da produção industrial. Em junho, fábricas brasileiras aumentaram a produção em 8,9% na comparação com o mês anterior, segundo o IBGE. Uma das questões que fará as empresas se destacarem neste novo cenário econômico será a utilização de soluções tecnológicas para gestão, prognóstico e análise de processos.

Com o uso da tecnologia, a produção industrial se torna muito mais proativa. Soluções especializadas permitem que as indústrias ganhem agilidade e redução de custos. No chão de fábrica, softwares que fazem a visualização e simulação de processos permitem o desenvolvimento de processos de manufatura mais abrangentes e competitivos no mercado.

Um dos grandes benefícios da chamada fábrica, ou manufatura digital, é a possibilidade de prever a rotina de produção da sua indústria e promover melhoria contínua de processos. Menos processos manuais e rotinas mais preditivas impactam diretamente na rapidez e eficiência no processo produtivo.

O conceito de fábrica digital

Fábrica digital é o termo utilizado para o uso de soluções integradas de tecnologia no processo de produção. Estas soluções garantem uma visão holística da produção. A começar pelos dados confiáveis sobre a produção, que podem ser aplicados para identificação de melhorias. Essas informações facilitam a gestão das entregas e a programação de novas produções. A tomada de decisão passa a ser baseada em dados e não apenas em intuição.

Um exemplo de software que está diretamente ligado à manufatura digital é o Delmia Ortems, da Dassault Systèmes. Trata-se de uma solução para planejamento da produção que permite a organização da rotina anual de produção da fábrica em apenas 30 minutos.


Continua depois da publicidade


Além disso, esse tipo de solução permite a captação de eventos que merecem atenção na linha de produção. É o caso, por exemplo, de falhas em determinada máquina, que rapidamente é direcionada para a manutenção. Com esta prática e os dados coletados, novas situações similares poderão ser previstas e evitadas. A manutenção preventiva acarretará redução de custos e ajustes da qualidade produtiva.

Em suma, a automação torna o processo produtivo cada vez mais eficiente e competitivo. Quem já investe em soluções de automação e tem consciência de que a fábrica digital é o futuro da manufatura global, sai ganhando neste cenário.

Gostou? Então compartilhe:

Aloisio Arbegaus

O autor é diretor comercial e de marketing da Teclógica, empresa especializada na gestão de TI e Negócios que oferece ao mercado serviços de desenvolvimento e gerenciamento de aplicações, gestão da manufatura e produtos para os mais diferentes segmentos do mercado, como manufatura, construção civil, comunicação corporativa e gestão de contratos. Com sede em Blumenau (SC), a empresa conta com atuação em todo território nacional e na América Latina.