Inovação e Processos

Progresso na Gestão de Manufatura Avançada

Por: Jornal Contábil       16/05/2020

Introdução

Muito se fala a respeito de Manufatura e, atualmente, Manufatura avançada. Fala-se que as mudanças impostas pela tecnologia nesses processos vão gerar grandes benefícios para as empresas, mas será que as empresas estão cientes dessas mudanças e, indo mais além, será que estão preparadas para adotar essa nova forma de manufaturar?

Pesquisas recentes mostram que pelo menos metade da indústria estará conectada até 2022, isso significa que a ação de fabricar produtos já está sofrendo influências tecnológicas, portanto as empresas precisam se preparar para entender o que há de relevante nesse novo cenário.

Neste artigo falaremos de como surgiu a Manufatura, suas evoluções e as implicações nos processos de produção e confecção bem como as mudanças que a tecnologia impôs na forma de produzir, além de mencionar como os sistemas de gestão ajudam nos processos e propiciam ganhos expressivos para os negócios.

Manufatura

O processo de manufatura está presente em todas as empresas que trabalham com a fabricação de produtos de forma padronizada, em série, por células, etc independente de qual seja o segmento. Esse processo surgiu na Revolução Industrial em meados do século XVIII e marcou o período de transição nos processos da produção, pois os trabalhos feitos manualmente passaram a ser feitos com auxílio de maquinas a vapor e os operários tiveram suas tarefas divididas.


Continua depois da publicidade


Esse conceito de trabalho aumentou a produção, diminuiu o tempo de fabricação e deu início a evolução da Manufatura que, por conseguinte, acabou sucedendo o trabalho artesanal.

Os processos de manufatura foram divididos em 5 tipos, a saber:

Processo de projeto
Trabalha com produtos customizados que possuem início e fim muito bem definidos, o que caracteriza baixo volume e alta variedade, além de indicar longo período de produção.

Processo em lotes
Produtos fabricados em lotes com altos volumes, mas em baixa variedade.

Processo de produção em massa
Segue a mesma linha dos produtos fabricados em lotes, entretanto apresentam um volume muito superior.

Processos contínuos
Apresentam volumes ainda maiores que os de produção em massa, com variedades baixas e alta uniformidade sem interrupções. Também são processos conhecidos por não terem flexibilidade.

Processos de Jobbing
Esses processos exigem mão de obra especializada, possuem baixo volume e a fabricação é feita com uma alta variedade.

A substituição da manufatura pela maquinofatura permitiu que as fabricas produzissem um volume muito maior de produtos, em menos tempo, com mais qualidade e propiciou autonomia para o operário que se tornou responsável por gerenciar as atividades das máquinas, controlar os níveis de serviços e cuidar da manutenção sempre que fosse necessário. Foi nesse período que se deu início a indústria moderna. Tal modelo é utilizado, com pequenos esforços de melhorias e mudanças, desde 1913, e passou por grandes mudanças recentemente, que veremos na sequência.

Manufatura avançada

A manufatura avançada ou Indústria 4.0 está impactando o mercado, pois apresenta uma nova forma de produzir com ajuda de tecnologias que se integram e se complementam fazendo a comunicação de diversos dispositivos com a fábrica.

 A característica principal desse novo conceito é a internet como grande protagonista contribuindo para a integração de diversas tecnologias e, consequentemente, para adaptação de diversos equipamentos e máquinas. Essa característica permite uma nova forma de produção mais flexível e, por isso, requer profissionais mais qualificados para desenvolver os processos do dia a dia conciliando mão de obra com as tecnologias aplicadas as técnicas de produção.

Esta atual fase da manufatura, na qual a demanda de produtos personalizados é infinitamente maior, gera benefícios como: aumento de produtividade, contenção de recursos, redução de custos, transparência nos processos, aumento da segurança de dados, redução de erros, conservação ambiental, entre outros, pois as tecnologias facilitadoras proporcionam flexibilidade na fabricação dos produtos.

A maior diferença entre esse modelo atual e a manufatura tradicional é a presença da internet das coisas fazendo a conexão das máquinas proporcionando um modelo de fábrica inteligente e as demais tecnologias que permitem mais eficiência e otimização em todos os processos.

O Brasil caminha lentamente no contexto da manufatura avançada, pois ainda é um modelo novo que precisa ser amplamente difundido nas confecções. Hoje um bom exemplo de aplicação da manufatura avançada ou indústria 4.0 é a mudança que a Brascol, atacadista infantil, realizou nos processos ao implantar a tecnologia de RFID.

Sistema de gestão para manufatura

O processo de produção envolve várias etapas e para garantir que todas elas sejam finalizadas sem nenhum tipo de intercorrências a adoção de um sistema de gestão é a estratégia mais adequada para empresas que desejam aumentar a produtividade sem prejudicar a qualidade dos produtos.

Hoje já é possível encontrar no mercado sistemas de gestão que possuem módulos compatíveis com as necessidades da produção, esses módulos permitem ter o controle de toda a produção, desde a criação das fichas técnicas de produtos, planos de produção, ordens de produção, etc.

Esses sistemas apresentam um panorama do consumo de matéria prima e apontam a necessidade de reposição de materiais, bem como realizam o planejamento de compra automaticamente.   

A adoção de um ERP para a manufatura garante o planejamento e a gestão completa de todas as etapas dos processos produtivos evitando eventuais erros e, consequentemente, atrasos na produção.

 O ERP promove o controle total da produção permitindo que o gestor tenha uma visão ampla de todos os processos que fazem parte do cotidiano da empresa, assim é possível acompanhar de maneira ágil e precisa o trabalho de cada funcionário.

Conclusão

Em virtude do que foi mencionado é essencial que as empresas conheçam os benefícios que o ERP pode oferecer aos processos de manufatura e explorem os potenciais de cada funcionalidade afim de garantir padronização dos processos e facilitar a tomada de decisão da organização.

A eficiência operacional oferecida pelos sistemas de gestão pensados para Omniera eleva a rentabilidade das empresas, aumenta a produtividade, diminui consideravelmente os erros e garante uma visão completa das ações dos usuários, possibilitando agir antecipadamente para evitar problemas que acarretem problemas aos negócios.

Para tornarem-se competitivas no mercado as empresas precisam buscar estratégias que as diferenciem dos concorrentes e se atualizar é o primeiro passo para garantir vantagem competitiva, além disso um estudo de mercado é essencial para se posicionar com clareza e objetividade afim de estruturar corretamente o fluxo de produção e as abordagens de venda.

Lembre-se: qualquer melhoria nos processos da empresa deve ser encarada como investimento, pois se bem planejado e gerido corretamente elevará os ganhos da produção.

 

Autora: Joyce Alcântara.

Original de E-millennium

 

 


Comentários

 


Notícias Relacionados

Passos para transformar sua planta em uma Usina 4.0 - Imagem: Reprodução
Inovação e Processos

Passos para transformar sua planta em uma Usina 4.0

Atualmente, sistemas inteligentes considerados no conceito 4.0 comandam o planejamento e a rotina operacional e gerencial de dezenas de usinas

O ROI de projetos de produto a seu favor:

Entenda como economizar dinheiro, tempo e produzir muito mais com uma ferramenta de modelagem 3D para projetos de produto


Publicidade »

Publicidade »