Cuidados essenciais com Impressão 3D na Indústria 4.0

Por: Gabriela Pederneiras 20/07/2020  

A impressão 3D ganhou popularidade dentro do contexto das indústrias alinhadas com o conceito 4.0, isso porque elas permitem produtos que atendem a necessidades específicas do cliente, por meio da personalização, e dão mais inteligência e agilidade ao processo produtivo. Mas é preciso se atentar aos cuidados que uma impressora 3D necessita dentro deste contexto. 

No Brasil, a tecnologia ainda é usada, na maior parte das vezes, para construção de protótipos, o que dá agilidade à linha produtiva.  A fabricação de peças para reposição em pequenas quantidades também tem sido uma destinação comum à impressora 3D, mas dentro das indústrias ela pode trazer muitos outros benefícios, como:

  • Melhoramento do design;
  • Diminuição dos custos com ferramentas;
  • Grande diminuição do desperdício nas indústrias;
  • Aumento da velocidade de desenvolvimento de produtos;
  • Barateamento da produção. 

Cuidados com a impressora 3D

Mas como qualquer máquina, as impressoras 3D, base na manufatura aditiva, precisam de cuidados especiais para se manterem em alto rendimento e não prejudicarem a produção fabril por mal funcionamento.

A manutenção constante é o primeiro deles. Assim como qualquer equipamento, as impressoras precisam de um cuidado periódico para garantir que funcionem sem interrupções e com o rendimento esperado. Para tal, verificar níveis de lubrificação, limpar o bico, a engrenagem do exaustor e a superfície de impressão são essenciais. A lubrificação deve ser feita mensalmente. 

Cuidar com o ambiente onde a máquina é posicionada  é muito importante também — temperatura, umidade e resíduos podem prejudicar a impressão de objetos 3D. Fábricas em que o ar condicionado precisa estar o tempo todo ligado, podem influenciar as impressões feitas com ABS se a impressora estiver exposta ao frio constante. Já ambientes úmidos deixam os filamentos  utilizados na manufatura aditiva quebradiços e com bolhas. A poeira levantada por alguns tipos de fabricação podem, também, prejudicar tanto a impressora em si, quanto o objeto a ser impresso, o deformando. Por isso, evitar esses fatores é essencial.


Continua depois da publicidade


O filamento é o que forma os objetos, por isso, merece atenção especial. Independente do material de que é constituído, ele deve estar sempre em boas condições. Além dos cuidados citados, de proteção à umidade, frio e sujeira, eles devem ser guardados de forma adequada - embalados - para preservar sua integridade e, assim, garantir a qualidade do produto. Além disso, é importante que se adeque as bobinas para que não haja a quebra desses filamentos. 

Manter em dia a atualização de firmware também é importante para o resultado final. Só assim é garantido que a impressora tenha compatibilidade com os recursos de software de forma adequada.

Com esses cuidados, a impressão 3D pode dar a um negócio as características da quarta revolução industrial: agilidade, redução de custos e personalização. 

Gostou? Então compartilhe:


Comentários

Gabriela Pederneiras

Jornalista/ Assessora de Imprensa/ Redatora