Inovação e Processos

Realidade aumentada impulsiona crescimento da Indústria 4.0

Tecnologia já é usada com sucesso por empresas como Boeing e Siemens
Por: CIO       09/02/2019

A Realidade Aumentada (RA) é uma das tecnologias que mais vem atraindo a atenção dos estudiosos e especialistas em Indústria 4.0. De acordo com um estudo realizado pela companhia internacional Zion Market Research, a técnica tem potencial para atingir crescimento de 85% ao ano, no mundo todo, até 2021, impulsionando a Indústria 4.0 de forma singular e irreversível.

As aplicações de RA, se utilizadas em todo o seu potencial, podem melhorar consideravelmente a produtividade e a eficiência dos funcionários, aprimorando os procedimentos atuais de fabricação, levando a ganhos diretos de receita. Um dos grandes benefícios da tecnologia é a sua flexibilidade de aplicações. Pode, por exemplo, simplificar a fabricação de carros, agilizar a manutenção de equipamentos e até melhorar a maneira como os clientes interagem com os produtos.

No Brasil, ainda há falta de conhecimento sobre a abrangência de todo o potencial da RA e, sobretudo, do seu processo de desenvolvimento junto ao mercado. Isso porque a maioria dos empreendedores do país ainda é reticente com este tipo de tecnologia, geralmente traduzida como puro entretenimento ou como parte de pontuais ações de marketing. Um grande passo será perceber as tecnologias imersivas como ferramentas reais e de grande valor para a operação cotidiana das empresas e indústrias.


Continua depois da publicidade


Especialistas têm acompanhado de perto aplicações da tecnologia em demandas de empresas, que validam esse momento pelo qual passa a expansão da RA. Fabricantes de veículos já estão fornecendo aos proprietários de automóveis manuais em realidade aumentada para pequenos reparos e manutenção, ao invés das tradicionais versões impressas. Nos novos manuais tech, os usuários podem acessar informações gráficas visualizadas sobre seu veículo usando um smartphone ou tablet. Assim, os dispositivos em RA passam detectar instantaneamente as peças do carro e rotulá-las em tempo real e, em seguida, fornecem instruções em vídeo para reparos ou explicações de como usar os vários botões no painel de um carro.

Chamadas de vídeo baseadas em RA usando óculos inteligentes e dispositivos móveis também estão surgindo como um meio de melhorar a comunicação entre funcionários de diversos setores. Aplicativos podem sobrepor instruções ao campo de visão de um trabalhador, usando diagramas em tempo real, mensagens, conteúdo multimídia compartilhado e recursos que permitem que as instruções sejam dadas remotamente.

Com aplicativos de RA para visualização de dados de Internet das Coisas (IoT) os colaboradores podem, simplesmente, segurar uma câmera móvel em um ponto específico de uma máquina para revelar dados em tempo real sobre suas operações, como temperatura e níveis de eletricidade.


Comentários

 


Notícias Relacionados

Digitalização é fator de competitividade no setor automotivo - Imagem: Reprodução
Sua empresa

Digitalização é fator de competitividade no setor automotivo

Para a Siemens, as fábricas inteligentes ajudam indústria a acompanhar megatendências e atender aos anseios do consumidor
MCTIC começa a liberar recursos da Lei da Informática para projetos de IoT e Indústria 4.0 - Imagem: Reprodução
Inovação e Processos

MCTIC começa a liberar recursos da Lei da Informática para projetos de IoT e Indústria 4.0

R$ 8 milhões serão aplicados em empresas brasileiras via Embrapii; intenção é ajudar a modernizar produção nacional


Publicidade »

Publicidade »

Mais notícias

 

Newsletter

Assine e receba novidades sobre Indústria 4.0:

 

Publicidade »

Publicidade »