Artigos

Sistema integrado de gestão na indústria 4.0

Além da integração das máquinas, em uma fábrica alinhada ao conceito 4.0, todos os processos precisam estar integrados para serem estratégicos
18/11/2019

Nas indústrias que se adequam ao conceito 4.0, os dados regem a operação produtiva da empresa. As máquinas são alimentadas por informações e “conversam” entre si, formando uma rede integrada que melhora a qualidade do produto final, agiliza a fabricação e traz economia. Se no âmbito operacional a integração é importante, na gestão da indústria como um todo, ela também é primordial. 

Quando falamos em indústria 4.0, geralmente, focamos nossas atenções para big data, machine learning, IoT e robôs aplicados exclusivamente na linha de produção. Mas todas essas tecnologias podem estar presentes em outros setores das fábricas, como na gestão, imprimindo a eles  eficiência, agilidade e orientação a dados.

Sistemas de gestão integrada ou de Planejamento de Recursos Empresariais (ERP), ajudam a levar as características da Indústria 4.0  também para a gestão do negócio. Estes sistemas centralizam todas as operações das diferentes áreas de um negócio - vendas, marketing, recursos humanos,... - em uma única plataforma. 

Assim, os dados de gestão da fábrica como um todo são reunidos, podendo trazer insights e alertas sobre a operação no negócio. Conheça as principais vantagens de um sistema de gestão integrada para Indústria 4.0:


Continua depois da publicidade


 

Transparência

Por meio deste sistema, todos conseguem acompanhar como está o desenvolvimento dos setores da empresa. Assim, um vendedor, por exemplo, consegue ter em tempo real a informação de como está o estoque da fábrica; o RH consegue ver a performance de cada time e ter informações sobre o setor contábil da empresa; o gestor tem um overview rápido e atualizado sobre os processos; entre outros. 

A transparência é importante porque ajuda a otimizar processos e a  dar insumos para que todos tomem decisões baseadas em dados reais, ou seja, de forma mais assertiva. 

 

Processos bem definidos

Para que um sistema de gestão integrado funcione corretamente, todos os setores da empresa precisam ter processos bem desenhados e especificados na plataforma. Só assim, a atualização e a compreensão dos dados será possível. Isso ajuda a organizar a fábrica, otimizar as ações, dar insumos para tomada de decisão e diminuir  o tempo em que as ações são tomadas. 

 

Decisões mais estratégicas

Ao passo que se tem todas as informações sobre as áreas operacionais das fábricas na palma da mão, fica mais fácil tomar decisões realmente estratégicas para impulsionar o negócio. Isso é válido tanto para os diretores, quanto para os colaboradores, que podem direcionar melhor o seu trabalho diário entendendo qual o impacto dele nos outros setores da empresa. 

 

Integração completa

Uma indústria alinha ao conceito 4.0 precisa ir além de máquinas inteligentes. Uma fábrica está realmente alinhada a esse novo formato se todas as suas ações são inteligentes, orientadas a dados e integradas. Só assim os resultados  como otimização de processos, economia de recursos e tempo, entrega personalizada e automatização realmente aparecerão de forma estratégica.

 

Produzido por:

Gabriela Pederneiras

Jornalista | Assessora de imprensa | Redatora | CIMM


Comentários

 


Publicidade »

Publicidade »


O ROI de projetos de produto a seu favor:

Entenda como economizar dinheiro, tempo e produzir muito mais com uma ferramenta de modelagem 3D para projetos de produto


Publicidade »

Publicidade »