Mercado

Começam os trabalhos da Câmara Brasileira da Indústria 4.0

A primeira reunião do conselho superior já começou a discutir as ações para 2019
Por: Defesa: Agência de notícias       15/05/2019

Aconteceu no Ministério da Economia, no dia 7 de Maio, a 1ª reunião do Conselho Superior da Câmara Brasileira da Indústria 4.0, que reúne representantes do governo, setor empresarial e Academia.  O Secretário-Executivo do MCTIC, Julio Semeghini, fez abertura das discussões de pauta.

“É importante que a gente coloque em prática as ações para o 4.0. Nós temos ações concretas que vão impactar o trabalho de todos. “, falou para os integrantes do Conselho.

O secretário-executivo citou os esforços do Ministério para colocar em andamento as iniciativas relacionadas a Internet para Todos e o Marco legal das Startups.  “É um passo significativo para avançarmos na estrutura para a nova indústria.”

Também falou sobre como estão os trabalhos para construir a estrutura de 5G no Brasil.  “O governo está criando uma posição praticamente unânime, falta alguns ajustes no processo que a Anatel deverá fazer na comercialização das frequências que vão ser usadas pelo 5G… Eu estou muito otimista, vendo muitas aplicações no campo porque são frequências baixas que conseguem ter muito alcance para cobrir grandes regiões.”


Continua depois da publicidade


A proposta de Governança da Câmara Brasileira da Indústria 4.0 assim como a “Iniciativa 4.0” foram duas das principais pautas discutidas.  Assim como a importância do trabalho conjunto de todos os participantes.

“Quando estas coisas já tiverem sido colocadas em prática, é bom já termos soluções, aplicações.. para a gente não ficar parado, esperando.”, continuou.

Caio Megale, Secretário da Indústria, Comércio e Inovação do Ministério da Economia realçou: “Agora, a gente começa a trabalhar de fato. Começamos a colocar a mão na massa traduzindo as iniciativas que já existem e canalizando dentro dos grupos de trabalho.”

“A gente tá tendo muito representante de estados diferentes, de partidos bem diferentes – isso nos deixa bastante otimistas com o trabalho que a gente pode estar fazendo com o Congresso e com os ministérios.””, finalizou Julio Semeghini.

Os estudos para a criação da Câmara Brasileira da Indústria 4.0 começaram em 2015. Para criar uma política nacional voltada às indústrias inteligentes, os ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Economia lançaram neste ano, no dia 3 de Abril, a Câmara Brasileira da Indústria 4.0. Formado por mais de 30 entidades representativas do governo, empresas e acadêmicos, o colegiado será uma instância de governança para integrar iniciativas em vigor ou que poderão ser desenvolvidas no país.


Indústria 4.0

O conceito de indústria 4.0, também conhecida como manufatura avançada ou quarta revolução industrial, engloba inovações no campo da automação e utiliza tecnologias como a Internet das Coisas e a computação em nuvem. A Câmara Brasileira da Indústria 4.0 terá quatro grupos de trabalho focados em apresentar soluções nos eixos:

  • “Desenvolvimento Tecnológico e Inovação”;
  • “Capital Humano”;
  • “Cadeias Produtivas e Desenvolvimento de Fornecedores”;
  • “Regulação, Normalização Técnica e Infraestrutura”.

Comentários

 


Notícias Relacionados

MCTIC começa a liberar recursos da Lei da Informática para projetos de IoT e Indústria 4.0 - Imagem: Reprodução
Inovação e Processos

MCTIC começa a liberar recursos da Lei da Informática para projetos de IoT e Indústria 4.0

R$ 8 milhões serão aplicados em empresas brasileiras via Embrapii; intenção é ajudar a modernizar produção nacional


Publicidade »

Publicidade »

Mais notícias

 

Newsletter

Assine e receba novidades sobre Indústria 4.0:

 

Publicidade »

Publicidade »